Bem Vindo !

Bem Vindo !
Fique à Vontade

Bem Vindos !

Bem Vindos !

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

A história enrolada

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Cupcake

Ingredientes . 3/4 de xícara (chá) de cacau . 3/4 de xícara (chá) de água . 3 xícaras (chá) de farinha de trigo . 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio . 1 colher (chá) de fermento . 1 colher (chá) de sal . 300 g de manteiga . 2 1/4 xícaras (chá) de açúcar . 4 ovos grandes . Essência de baunilha a gosto . 1 xícara (chá) de iogurte . 3/4 de xícara (chá) de creme de leite fresco gelado . 2 colheres (sopa) de glucose de milho . 250 g de chocolate meio amargo picado . Confeitos coloridos a gosto Modo de preparo 1. Misture o cacau com a água quente até ficar homogêneo. À parte, junte a farinha, o bicarbonato, o fermento e o sal. Reserve. 2. Derreta a manteiga com o açúcar, mexendo sempre. Transfira para uma tigela e bata com a batedeira por cinco minutos. 3. Junte os ovos, um a um, batendo sempre. Adicione a baunilha, a mistura de cacau e bata até ficar liso. 4. Reduza a velocidade da batedeira e adicione a mistura de farinha, alternando com o iogurte e batendo de leve. 5. Divida a massa entre as forminhas de papel, preenchendo até a metade. Asse em forno médio (180 ºC), pré-aquecido, por 20 minutos. 6. Prepare a cobertura de chocolate: aqueça o creme de leite e a glucose até levantar fervura. Derrame sobre o chocolate e reserve por 2 minutos. 7. Misture bem com uma espátula. Gele, mexendo às vezes, até engrossar. 8. Cubra o cupcake e ponha o confeito.

Tipo de prato: Sobremesa

Preparo: Demorado (acima de 45 minutos)

Rendimento: 20

Dificuldade: Médio

Categoria: Bolo

Calorias: 496


sábado, 9 de julho de 2011

Sopinha de morangos


Lave 3 bandeijas de morangos.Pique grosseiramente, leve ao fogo com uma xícara de açúcar e meia xícara de água.

Deixe ferver e quando a calda estiver levemente grossa, apague o fogo.

Sirva quente com sorvete gelado.



sexta-feira, 10 de junho de 2011

Declaração

Sim, eu amo Deus. Ele é a fonte de minha existência, é meu Salvador.
Ele me sustenta a cada dia.
Sem Ele eu não sou nada, mas com Ele eu posso todas as coisas através de Jesus Cristo, que me fortalece.
(Filipenses 4:13)

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Torta de macarrão


Ingredientes
• 002 xícaras de leite
• 200ml de leite de coco
• 250g de massa conchinha cozida bem firme (não cozinhar demais)
• 001 maçã picada com casca
• 001 ricota amassada com o garfo
• 002 colheres de sopa de uvas passas pretas ou brancas
• 0 ½ xícara de frutas cristalizadas
• 001 xícara de açúcar
• 001 colher de sopa de canela em pó
• 004 ovos batidos com o garfo
• Para Polvilhar
• 002 colheres de sopa de açúcar
• 001 colher de sopa de canela em pó
• 002 cascas de canela
Modo de preparo
Misture delicadamente todos os ingredientes e coloque em assadeira untada com manteiga
Leve ao forno pré-aquecido, temperatura média para dourar
Sirva com açúcar e canela
Decore com cascas de canela.

Macarrão na pressão


Ingredientes
500 g de macarrão parafuso
1 lata de molho de tomate
1 lata de atum ralado
1 copo de requeijão
1 cubo de caldo de galinha picado
1 colhere (sopa) de margarina
1 colher (sopa) rasa de sal
200 g de presunto fatiado e cortado em quadradinhos
200 g de mussarela fatiada e cortada em quadradinhos


1.Na panela de pressão coloque o macarrão, molho de tomate, atum, caldo de galinha, margarina e sal
2.Coloque água até cobrir e misture bem todos os ingredientes
3.Leve ao fogo alto e quando a panela pegar a pressão, conte 4 minutos
4.Abra a panela e coloque o presunto, o requeijão e por último a mussarela, misture bem e sirva em seguida.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Vote VALDINÉIA MOREIRA 078.Grata

Vote VALDINÉIA MOREIRA 078 #promoção big artes Grata http://bigartespromo.blogspot.com/2011/01/promocao-meus-croches-e-hora-de-votar.html

sábado, 8 de janeiro de 2011

BOM DIA, TODAS AS CORES! – Ruth Rocha

Meu amigo Camaleão acordou de bom humor.



Bom dia, sol, bom dia, flores,
bom dia, todas as cores!
Lavou o rosto numa folha
Cheia de orvalho, mudou sua cor
Para a cor-de-rosa, que ele achava
A mais bonita de todas, e saiu para
O sol, contente da vida.
Meu amigo Camaleão estava feliz
Porque tinha chegado a primavera.
E o sol, finalmente, depois de
Um inverno longo e frio, brilhava,
Alegre, no céu.
─ Eu hoje estou de bem com a vida


Ele disse. – quero ser bonzinho
Pra todo mundo…
Logo que saiu de casa,
O Camaleão encontrou
O professor pernilongo.
O professor pernilongo toca
Violino na orquestra
Do Teatro Florestal.
─ Bom dia, professor!
Como vai o senhor?


Bom dia, Camaleão!
Mas o que é isso, meu irmão?
Por que é que mudou de cor?
Essa cor não lhe cai bem…
Olhe para o azul do céu.
Por que não fica azul também?
O Camaleão,
Amável como ele era,
Resolveu ficar azul
Como o céu da primavera…
Até que numa clareira
O Camaleão encontrou
O sabiá-laranjeira:


Meu amigo Camaleão,
Muito bom dia e você!
Mas que cor é essa agora?
O amigo está azul por quê?
E o sabiá explicou
Que a cor mais linda do mundo
Era a cor alaranjada,
Cor de laranja, dourada.
Nosso amigo, bem depressa,
Resolveu mudar de cor.
Ficou logo alaranjado,
Louro, laranja, dourado.
E cantando, alegremente,
Lá se foi, ainda contente…


Na pracinha da floresta,
Saindo da capelinha,
Vinha o senhor louva-a-deus,
Mais a família inteirinha.
Ele é um senhor muito sério,
Que não gosta de gracinha.


bom dia, Camaleão!
Que cor mais escandalosa!
Parece até fantasia
Pra baile de carnaval…
Você devia arranjar
Uma cor mais natural…
Veja o verde da folhagem…
Veja o verde da campina…
Você devia fazer
O que a natureza ensina.
É claro que o nosso amigo
Resolveu mudar de cor.
Ficou logo bem verdinho.
E foi pelo seu caminho…
Vocês agora já sabem como era o Camaleão.
Bastava que alguém falasse, mudava de opinião.
Ficava roxo, amarelo, ficava cor-de-pavão.
Ficava de toda cor. Não sabia dizer NÃO.
Por isso, naquele dia, cada vez que
Se encontrava com algum de seus amigos,
E que o amigo estranhava a cor com que ele estava…
Adivinha o que fazia o nosso Camaleão.
Pois ele logo mudava, mudava para outro tom…
Mudou de rosa para azul.

De azul para alaranjado.

De laranja para verde.

De verde para encarnado.

Mudou de preto para branco.

De branco virou roxinho.

De roxo para amarelo.
E até para cor de vinho…

Quando o sol começou a se pôr no horizonte,
Camaleão resolveu voltar para casa.
Estava cansado do longo passeio
E mais cansado ainda de tanto
mudar de cor.



Entrou na sua casinha.
Deitou para descansar.
E lá ficou a pensar:
─ Por mais que a gente se esforce,
Não pode agradar a todos.

Alguns gostam de farofa.
Outros preferem farelo…
Uns querem comer maçã.
Outros preferem marmelo…
Tem quem goste de sapato.
Tem quem goste de chinelo…
E se não fossem os gostos,
Que seria do amarelo?


Por isso, no outro dia, Camaleão levantou-se
Bem cedinho.


Bom dia, sol, bom dia, flores,
Bom dia, todas as cores!
Lavou o rosto numa folha
Cheia de orvalho,
Mudou sua cor para
A cor-de-rosa, que ele
Achava a mais bonita
De todas, e saiu para
O sol, contente
Da vida.
Logo que saiu, Camaleão encontrou o sapo cururu,
Que é cantor de sucesso na Rádio Jovem Floresta.
─ Bom dia, meu caro sapo! Que dia mais lindo, não?


Muito bom dia, amigo Camaleão!
Mais que cor mais engraçada,
Antiga, tão desbotada…
Por que é que você não usa
Uma cor mais avançada?

O Camaleão sorriu e disse para o seu amigo:
─ Eu uso as cores que eu gosto,
E com isso faço bem.
Eu gosto dos bons conselhos,
Mas faço o que me convém.
Quem não agrada a si mesmo,
Não pode agradar ninguém…
E assim aconteceu
O que acabei de contar.
Se gostaram, muito bem!
Se não gostaram, AZAR o seu!

Abobrinha Refogada

- 3 abobrinhas italianas com casca, picadas em
cubinhos
- 1/2 cebola picadinha
- 4 dentes de alho picadinhos
- 1 tablete de caldo de legumes (pode ser
só sal ou tempero caseiro, tipo sal com alho se não
gostar desse)
- pitadas de glutamato monossódico a gosto
- azeite
- sal a gosto se precisar

Numa panela, coloque azeite o suficiente para fritar a
cebola e o alho, sempre misturando para que não
queimem. Coloque o caldo de legumes, dê uma
misture e depois coloque as abobrinhas. Misture
bem para que todas absorvam o tempero. Salpique o
glutamato se precisar coloque um pouquinha água.
Verifique se precisa de sal. Tampe a panela. De vez em
quando, dê uma misturada e verifique se precisa de um
pouco mais de água. Deixe cozinhando até que a abobrinha
fique cozida. Mas não a deixe muito mole!


Dica: Essa receita pode também ser feita com chuchu